quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Tacaratu e Petrolândia: Técnicos do Ministério da Saúde realizam Inquérito Nacional do Tracoma.

Técnicos da FIOCRUZ, na Equipe de Saúde da Família II, Distrito de Caraibeiras, em Tacaratu - PE.


Durante esta semana, no período que vai de 09 a 12 de novembro, duas equipes formadas por dez técnicos do Ministério da Saúde, encontram-se nos municípios de Tacaratu e Petrolândia, no Sertão do estado de Pernambuco, zonas urbanas e rurais, realizando o INQUÉRITO NACIONAL DO TRACOMA.
A área trabalhada é escolhida através de sorteio, e determinada pela Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, que tem sede no Rio de Janeiro. Os técnicos que estão realizando o Inquérito são todos da Superintendência do estado de Pernambuco.
São realizadas visitas domiciliares em todas as residências da área determinada, e o Inquérito é realizado nas casas onde são encontradas crianças na faixa etária 01 a 09 anos. De início é feito um questionário básico. As crianças alvos e demais pessoas são examinadas. Os casos de tracoma encontrados são tratados no local.
Para a realização do Inquérito em Tacaratu e em Petrolândia, os técnicos do Ministério da Saúde receberam apoio das Secretarias de Saúde dos dois Municípios, que colocaram Agentes de Saúde à disposição, para acompanhá-los, principalmente na orientação da área onde o Inquérito é realizado.



Tracoma em estado avançado.


(Fotos reprodução da internet)

 
O que é tracoma?


É uma doença no olho que inicialmente parece um tipo de conjuntivite crônica, que se prolonga por mais do que os 5 a 7 dias habituais. O tracoma é causado pela infecção de uma bactéria chamada Chlamydia Trachomatis, e é bastante contagiosa, especialmente nos seus estágios iniciais e pode ser transmitido através do contato entre a mão e o olho, por certas moscas ou mesmo por objetos contaminados como roupas, toalhas e lenços utilizados pela pessoa infectada.