sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Enem: Conteúdo extra-classe faz diferença na redação.


A redação é etapa importantíssima no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), prova que será aplicada em 23 e 24 de outubro em todo País. Um texto bem elaborado pode garantir ao estudante até mil pontos na prova. Por outro lado, o candidato que não pontuar nessa etapa será eliminado do certame. Confira como melhorar seu desempenho no exame.
A nota zero na redação é atribuída caso a folha seja deixada em branco, o texto não tenha pelo menos oito linhas, fuja do tema ou, em seu conteúdo, desrespeite os direitos humanos (ou esteja em desacordo com outras normas estipuladas no edital de inscrição).
Uma boa redação no Enem pode contribuir decisivamente para a nota final do estudante e fazer a diferença para a obtenção de vaga numa instituição pública de ensino superior ou o acesso a programas educacionais do governo federal como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
A redação do Enem deve ter no máximo 30 linhas. O texto deve ser dissertativo e apresentar argumentos para embasar o tema proposto. A ideia é avaliar o estudante tanto em relação aos conhecimentos acumulados ao longo do ensino médio, quanto sua capacidade crítica para comentar acontecimentos contemporâneos de relevância para a sociedade.
Os avaliadores das redações levam em consideração cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita, compreensão da proposta, capacidade de organizar e relacionar informações, construção da argumentação e elaboração de proposta de intervenção ao problema exposto. Cada um desses critérios vale até 200 pontos.
As redações são corrigidas por dois profissionais, individualmente. Caso haja diferença superior a 100 pontos entre as notas totais dos dois corretores ou de mais de 80 pontos em qualquer uma das cinco competências, a redação segue para um terceiro avaliador.
Na hipótese de a discrepância continuar depois da terceira avaliação, a redação será corrigida por uma banca com três professores, que será responsável pela nota final.
Para se preparar para a redação do Enem, além de conhecer os conteúdos apresentados dentro de sala de aula, os estudantes devem estar atualizados com assuntos recentes divulgados pelos meios de comunicação (jornais, revistas, internet, etc.), como regulação da mídia, regulação das drogas, crescimento urbano, o uso racional dos recursos naturais, novidades de ciência e tecnologia, as principais ações governamentais em andamento para promover a cidadania, entre outros temas que têm gerado discussões junto à opinião pública.
O Guia de Redação (acesse aqui) explica tudo sobre a redação do Enem e oferece exemplos de textos que alcançaram nota mill.