quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Agreste: Doze suspeitos de praticar 30 assaltos são detidos com armas



Doze pessoas suspeitas integrar uma organização criminosa de assaltos e roubos foram detidas nesta terça-feira (6) nos municípios de São Caetano e Tacaimbó, no Agreste de Pernambuco. Com os suspeitos foram apreendidas 200 munições, oito armas e três motocicletas, das quais duas têm placas frias, de acordo com o capitão Pedro Morais, da Companhia de Operações e Sobrevivência em Área de Caatinga (Ciosac).
O capitão disse que o grupo realizava assaltos e furtos nas cidades de Altinho, São Caetano, Cahoeirinha, Tacaimbó, Belo Jardim, São Bento do Una e Caruaru, todas no Agreste. Segundo ele, dentre os suspeitos está um idoso de 75 anos, que emprestava e comercializava armas para o grupo.
Morais disse ainda que seis pessoas da mesma família - quatro irmãos, um cunhado e um primo - foram detidos na comunidade Várzea da Cobra, zona rural de São Caetano. Segundo ele, o grupo é formado na maioria por homens com idades entre 20 e 30 anos. Um deles estava com recipientes contendo pólvora , chumbo e espoleta - artefatos para fabricação munição.
A operação contou com 14 policiais da Ciosac e do Grupo de Ações Táticas do Interior (GATI). Pedro Morais explicou que a polícia chegou até os suspeitos após denúncias de moradores. "Pesa sobre eles pelo menos 30 assaltos. Eles realizavam dois ou três assaltos por dia na região", afirmou o capitão.
Os suspeitos serão encaminhados para a Delegacia Regional de Polícia Civil do município de Belo Jardim, também no Agreste.