quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Recife: Hoje, ato público contra pacote de ajuste fiscal do governo



O novo pacote de ajustes fiscal do governo não agradou o funcionalismo público, que se uniu a outras categorias e realiza hoje um grande Dia Nacional de Lutas. Serão realizados protestos em vários estados. Em Pernambuco, a concentração começa às 8h, na praça da Independência (praçinha do Diario). Por volta das 10h os manifestantes seguem em caminhada até a frente do Ministério da Fazenda, no Recife Antigo. Trabalhadores, estudantes e a sociedade de uma maneira geral está convidada e deve participar.
No estado, o Dia Nacional de Lutas está sendo organizado pelo Fórum Estadual dos Servidores Públicos e pela CUT. “Os trabalhadores organizados pela CUT não se deixaram confundir nem intimidar com o clima de caos político e econômico que se tenta instalar no país”, assinalou o presidente da Central Única dos Trabalhadores, Carlos Veras. Ele explica que o ato tem o objetivo de fortalecer as campanhas salariais, defender os empregos, a democracia e buscar saídas econômicas que protejam os trabalhadores contra os cortes do governo.
O novo ajuste fiscal suspende a realização de concursos públicos e adia o reajuste dos servidores de janeiro para agosto do ano que vem. A ideia é economizar R$ 7 bilhões as custas do funcionalismo e do bom funcionamento do serviço público.
Para o movimento sindical existem outras maneiras de economizar. Segundo estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), se o governo taxasse em 15%, via imposto de renda, os lucros e dividendos recebidos por acionistas de grandes empresas, teria um aporte de R$ 43 bilhões por ano a mais em seu orçamento.
Há também a possibilidade de encaminhar proposta para taxação das grandes fortunas, rastrear e penalizar grandes sonegadores, promover a necessária e urgente auditoria da dívida pública brasileira etc.
 
Fonte: Sindsep-PE