quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Servidores federais preparam calendário de atividades


No último sábado, 31 de janeiro, os servidores federais deram um passo importante rumo à Campanha Salarial 2015. Durante a reunião ampliada das entidades nacionais da categoria foi definido um calendário de ações (VER ABAIXO). Tem atividade prevista até o final de abril. A reunião foi realizada em Brasília e reuniu mais de quatrocentos sindicalistas.

O secretário geral da Condsef, Sérgio Ronaldo, conta que reunião ampliada do Fórum Nacional dos Servidores Federais foi muito positiva: “Construímos consenso na construção do calendário de atividades, com muito foco e unidade”. As 31 entidades que compõem a campanha salarial unificada vão lutar por um reajuste de 27,3%. A ideia é que o reajuste comece a vigorar a partir de janeiro de 2016. O percentual tem como base a reposição salarial e a correção de distorções.

As entidades dos servidores federais esperam um retorno do governo até o início de abril, quando será realizada a Jornada de Lutas da categoria. A atividade se encerra dia 9 de abril e, caso não tenham um posicionamento do governo, as confederações, federações e sindicais não descartam a possibilidade de apontar indicativo de greve.


 
CALENDÁRIO DE ATIVIDADES

4 de fevereiro
Atividade no congresso nacional organizado pelas centrais sindicais. A concentração começa às 10h, com distribuição da pauta dos trabalhadores para os parlamentares. Na ocasião também será realizado um Seminário da Mesa Nacional de Negociação do Ministério da Saúde, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

5 de fevereiro
Reunião no Ministério da Saúde do Rio de Janeiro, tendo como pauta os hospitais e institutos do estado e reunião com o Secretário Executivo do Ministério da Justiça, tendo como pauta a campanha salarial do setor.

11 de fevereiro
Ato no Rio de Janeiro em defesa da Petrobras.

18 de fevereiro
Dia Internacional em defesa do direto de greve instituído pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

25 de fevereiro
Lançamento da Campanha Salarial, em Brasília, com Dia Nacional de Lutas nos estados.

26 de fevereiro
Marcha da Classe Trabalhadora a São Paulo, em defesa do emprego e contra a retirada de direitos.

4 de março
Seminário no Petrônio Portela, no Senado, sobre a pauta da classe trabalhadora no Congresso Nacional.

06 de março
Ato Nacional no Rio de Janeiro e nos estados, contra a privatização do “SUS”.

7 a 9 de abril
Semana de Jornada de Lutas, em Brasília, como atividade central da Campanha Salarial 2015.

9 de abril
Plenária Nacional da Condsef, a partir das 14h.

23 a 25 de abril
Seminário Nacional de Comunicação e Imprensa da base da Condsef.

Nenhum comentário:

Postar um comentário