quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Policiais da 4ª CIPM apreendem revolver 38, maconha, e dois “meninos” de 18 anos, suspeitos de tentativa de homicídio.






Por Jair Ferraz

Depois de uma tentativa de homicídio às 23h30mim de segunda-feira (09/02/15), na Quadra 2 em Petrolândia, sertão do estado de Pernambuco, onde dois elementos em uma motocicleta efetuaram 3 disparos de arma de fogo, em que um jovem foi atingido na perna esquerda por um dos disparos, e que o alvo seria outra pessoa, após uma “denuncia anônima” sobre o paradeiro dos dois elementos, e da motocicleta, o “Malhas da Lei” organizou uma operação conjunta entre o GATI, a Operação Polígono, e a patrulha do Bairro, o resultado foi a apreensão na tarde de hoje (10/02/15), dos dois suspeitos da tentativa de homicídio, cada um com 18 anos de idade, e residentes na quadra 01 e 10, naturais de Petrolândia e Floresta – PE, e a apreensão de um revolver calibre 38, oxidado, cano de duas polegadas, especial, com oito cápsulas do mesmo calibre intactas, e três cápsulas deflagradas, além da motocicleta Honda, Tornado, XR-250 azul, que estava na residência de um dos envolvidos.
Um dos elementos, no momento em que foi apreendido, estava em seu local de trabalho, e confessou aos policiais como executou a tentativa de homicídio, dando os três tiros, enquanto o seu parceiro pilotava a motocicleta, a qual se encontra apreendida.
Após receber informações dos familiares de um dos envolvidos, os policiais militares da 4ª CIPM de Petrolândia, realizando um excelente trabalho no combate ao crime, e tirando uma arma de circulação, se deslocaram até uma residência em um loteamento do Bairro Nova Esperança, e localizaram o segundo elemento, o qual informou aos policiais o endereço e o local exato onde a arma estava escondida, dentro do forro, acima da porta da cozinha, enrolada em uma flanela, e que para surpresa dos policiais, quando foram retirar a arma do local onde estava escondida, encontraram também 31 gramas de “maconha”, dentro de um saco plástico.
Foi encontrada uma pequena quantidade de ácido bórico, um pedaço de “gesso”, uma pequena chapa de vidro, e um envelope vazio do efervescente sonrisal. Material que é usado para fabricar uma droga potencialmente destrutiva do ser humano.
Todos os envolvidos, as vítimas, os acusados, e uma mulher que desacatou e destratou os policiais militares, juntamente com a arma e o material apreendido, foram conduzidos à Delegacia de Policia Civil de Petrolândia, onde foi registrado o Boletim de Ocorrência, e posteriormente conduzidos ao Hospital Municipal de Petrolândia para o exame de corpo delito, e depois conduzidos até Delegacia de Policia Civil de Plantão na cidade de Floresta, para as providências legais necessária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário