segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Gati e NIA apreende 55 quilos de maconha em Caruaru









Na manhã desta sexta-feira (13), os agentes do NIA (Núcleo de Inteligência do Agreste) receberam a informação do Disque-Denúncia Agreste (3719-4545), que havia droga com um menor na rua Estrada de Lagoa de Pedra, no bairro Sol Poente em Caruaru e acionaram o Sargento Rivaldo, Sargento Amaury e soldados Fernando, Lopes e F. Santos do GATI (Grupo de Apoio Tático Itinerante) do 4º BPM, que prenderam o casal, José Josinaldo dos Santos, vulgo “Naldinho” de 27 anos e a esposa, Maria de Fátima da Silva, vulgo “Fa” de 33 anos, que moram na Rua da Inconfidência no Sítio Campos, na zona rural de Caruaru e apreenderam um adolescente de 17 anos e 11 meses de idade, do Sol Poente.
Ao todo os policiais apreenderam 55 quilos de maconha pronta para o consumo, uma balança de precisão, sete munições calibre 38, R$ 2.050,00 em espécie e três veículos, sendo um Gol cinza, placa KIY-9393 de Caruaru, uma moto Yamaha YBR de cor azul, placa KJQ-1829 de Olinda e uma moto Shineray cinquentinha cinza.
O Sargento Rivaldo, disse que primeiro os policiais foram ao bairro Sol Poente, onde apreenderam o menor e encontraram com o mesmo 650 gramas de maconha, R$ 50,00 em espécie e a cinquentinha, já o restante do material e os outros dois veículos foram encontrados na casa do casal.
O Naldinho nunca havia sido preso, no entanto a esposa, Fátima, é viúva de Pablo Mongard Pessoa de Oliveira, de 25 anos, que foi morto a tiros dentro de uma viatura da Polícia Civil, no dia 25 de maio de 2012, quando foi preso por tráfico de drogas e estava sendo levado ao presídio de Caruaru. Ele foi executado com vários tiros e os assassinos foram presos em flagrante.
Fátima, o marido e o menor foram apresentados no plantão da Delegacia Regional, onde o casal foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de munição e corrupção de menor. Fátima foi encaminhada a Colônia Penal Feminina de Buíque, o marido para à Penitenciária Juiz Plácido de Souza e o adolescente a Promotoria Pública local.


Fonte da Notícia e Fotos: Blog do Adielson Galvão