sábado, 24 de janeiro de 2015

Rodrigo Novaes deve disputar presidência da Alepe contra Guilherme Uchoa




O deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD) bateu o martelo na noite deste sábado (24) e decidido disputar a presidência da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) contra o atual presidente Guilherme Uchoa (PDT), revelou um aliado do deputado ao Blog de Jamildo. A expectativa é que ele tenha o apoio do Solidariedade e do PR.
No final da noite, Rodrigo Novaes divulgou uma nota confirmando a decisão do grupo político ligado a ele de lançar uma candidatura à Mesa Diretora da Assembleia, como havia adiantado o Blog de Jamildo. Leia ao final do texto.
Novaes já vinha defendendo a necessidade de renovação na presidência da Alepe e pregado uma possível candidatura do PSB. Os socialistas, porém, estão tendo dificuldades de lançar um nome para bater de frente com Uchoa. A decisão de Novaes de lançar candidatura pode significar que o PSB desistiu de ter candidato.
Além do atual presidente, que tenta o quinto mandato consecutivo no comando da Casa, o deputado Edilson Silva (PSOL) já lançou sua candidatura. No PSB, o nome cotado era o do líder do Governo, Waldemar Borges. Parte da bancada de oposição já declarou voto em Uchoa.
Nos últimos dias, Novaes havia subido o tom das críticas ao atual presidente da Alepe e comparado Guilherme Uchoa com um ditador.
O deputado do PSD também vinha cobrando a divulgação de um parecer da Procuradoria Geral da Alepe sobre a constitucionalidade da candidatura do pedetista; que vem sendo questionada pela OAB.

Leia a nota divulgada pelo deputado:

Nota
 
Realizamos nossa reunião no dia de hoje para finalizar a importante tarefa de aferir as auscultas feitas durante toda a semana e a repercussão dos fatos nas redes sociais e na imprensa.
O sentimento é de irresignação pela possível postulação e registro da candidatura do atual presidente da Assembleia, diante da ofensa ao princípio da impessoalidade que deve reger toda administração pública (art.37 da Constituição Federal), e desrespeito ao que determina a Constituição do Estado, que limita a reeleição em uma única possibilidade (princípio da legalidade).
Ouvimos ex-governadores, ex-parlamentares, deputados federais e estaduais, senadores, presidentes de partidos, além de professores, magistrados, juristas, profissionais liberais, estudantes, representantes da sociedade organizada.

Disso, afirmamos:

1) A Assembleia Legislativa representa o povo de Pernambuco, e como tal, não pode estar distante dos ideários sociais;

2) cada parlamentar representa uma parcela da população que creditou em seu representante a confiança de defender o Estado e a melhor condição de vida para a população;

3) as eleições para a mesa diretora da Assembleia não podem ser tratadas somente como uma questão interna, haja vista as atribuições inerentes a seus membros;

4) no caso da eleição do próximo dia 01 de fevereiro, há uma peculiaridade que tem despertado o interesse de vários segmentos da sociedade. Mais que isso, necessário cuidado.

Fruto dessas considerações, decidimos que não há outro caminho senão o enfrentamento por parte de nosso campo, apresentando um nome para a disputa da presidência.


Assessoria de imprensa – Dep. Rodrigo Novaes

Fonte: Blog de Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário