segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Eleito e eleitor!

Eleito e o eleitor
(música de Toinho de Aripibu).


Eita que a eleição tá chegando minino!
Os homens estão chegando por ai, se prepara!

Quem é eleito é quem vive folgado,
O eleitor com a corda no pescoço,
Quem é eleito é quem come filé,
O eleitor não consegue nem o osso,
A muitos deles que tem malas de dinheiro,
O eleitor não tem um real no bolso,

O tempo todo ele vive as escondidas
Não sai as ruas pra não perder o valor
É impossível pode conversar com ele
São quatro anos sem falar com o eleitor
Restam somente os retratos na parede
Você só vê o homem no seu carrão
E se um dia ele aparecer pelas ruas
Fique sabendo que está perto a eleição 

Só sai as ruas se for de carro blindado
Vidro escuro pra ninguém ver o seu rosto
Mais quando chega o tempo da eleição
De casa em casa ele se mostra disposto
Pé na sandália pra dizer que é pobre
Engana o povo com um quilo de feijão
Pra ganhar voto ele só sabe dizer sim
Depois que ganha ele só sabe dizer não

Só vou as urnas porque sou um cidadão
Se não votar vou ficar no atrapalho
Tem muita gente ganhando sem trabalhar
O homem sério ele vive do trabalho
Essa canção vai agradar a muita gente
Mais muita gente também vai se aborrecer
Oh meu amigo só existem dois partidos
Tem um que tá comendo e outro querendo comer

Quem é eleito é quem vive folgado,
O eleitor com a corda no pescoço
quem é eleito é quem come filé
O eleitor não consegue nem o osso 
A muitos deles que tem malas de dinheiro
O eleitor não tem um real no bolso