sábado, 2 de agosto de 2014

Três irmãos de Zé Ferraz, pai deste blogueiro, falecem em pouco mais de dois meses.

 
"Nenhum homem há que tenha domínio sobre o espírito, para o reter; nem tampouco tem ele o poder sobre o dia da morte; como também não há licença nesta peleja; nem tampouco a impiedade livrará aos ímpios." (Eclesiastes 8:8).

É com os olhos cheios de lágrimas que escrevo esta materia sobre Maria do Socorro Ferraz Freire, chamada carinhosamente de “Tia Socorro” pelos seus sobrinhos, faleceu na noite dessa sexta-feira, 1º de agosto, véspera da data de aniversário do saudoso seu irmão Gregório Ferraz, de Serra Talhada, que faleceu a menos de três meses, e também irmã do saudoso Luiz Ferraz, de Arcoverde, que faleceu segunda-feira passada, dia 28 de julho, desta semana.

É também irmã de meu pai José Ferraz (Zé Ferraz), de Petrolândia.

Soubemos através do seu filho Roberval Freire, que Tia Socorro faleceu quando tinha ido dormir e foi encontrada sem vida à noite, por uma de suas filhas que tinha ido visitá-la em seu leito. Falecimento natural, num momento em que Tia Socorro se encontrava em muita paz com Deus, ela era muito religiosa, não faltava com as suas orações, e cuidou de sua família como só uma mãe sabe cuidar

Em um curto espaço de tempo, menos de três meses, a família Ferraz sofreu um abalo de grandes proporções, com o falecimento de três irmãos, Gregório, Luiz e Socorro Ferraz, que partiram rumo aos Céus ao encontro de Deus. Eles deixam uma lacuna que jamais será preenchida em nossos corações.

Foi Deus quem quis assim, e só Ele é quem sabe o que faz.

Neste momento de dor, pedimos a Deus que conforte os seus filhos, meus queridos e amados primos, sua família de forma geral, parentes e amigos, e que atualmente residem na cidade de São Paulo, onde acontecerá o velório e sepultamento.

Infelizmente, devido à distância entre Pernambuco e São Paulo, não podemos comparecer, mas familiares, parentes e amigos residentes aqui em Pernambuco, estarão presentes em espírito.

Que Deus nos proteja.

Saudades, saudades, saudades. 


Jair Ferraz e família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário