quinta-feira, 24 de julho de 2014

Telefonia: TIM avalia fusão com GVT


O presidente mundial do grupo Telecom Italia, Marco Patuano, disse ontem em Brasília que considera a possibilidade de uma fusão no país entre a sua controlada brasileira TIM Participações e a GVT, operadora controlada pela francesa Vivendi. Embora esse acordo ainda não esteja formalmente nos planos do grupo, o executivo italiano reconheceu que as sinergias entre TIM e GVT são “óbvias”.
“Acho difícil evitar as especulações. Somos uma companhia de bom sucesso na telefonia móvel e eles são uma companhia de ótimo nível de qualidade na fixa”, declarou ele a jornalistas, logo após se reunir com a presidente Dilma Rousseff. “Não descartamos nada, porém não é um tema em que estamos focados neste momento”, acrescentou.
Patuano comunicou a Dilma que a TIM, da qual a Telecom Italia é o maior acionista, fará investimentos de R$ 4 bilhões este ano para aperfeiçoar a qualidade do serviço de telefonia móvel oferecido pela operadora no Brasil. “O serviço aqui não pode ser considerado de Primeiro Mundo”, reconheceu. O valor a ser investido no país, sublinhou ele, não inclui o valor a ser investido no leilão da frequência de 700 megahertz (MHz), da quarta geração (4G).

Da redação do Blog do Jair Ferraz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário