quinta-feira, 24 de julho de 2014

Floresta, PE: Programa Caatinga Sustentável




Nesta sexta-feira, a comunidade de São Gonçalo, no município de Floresta, Sertão de Pernambuco, recebe um poço artesiano e o certificado de capacitação em agroecologia, segurança energética e desertificação. A ação, marcada para as 10h, é promovido pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e integra o Programa Caatinga Sustentável, premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU), no último mês de junho.
A iniciativa inclui a criação de unidades de conservação no Semiárido; implantação dos Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade; e o Zoneamento das Áreas Vulneráveis à Desertificação no Estado. O artesiano vai beneficiar a população do entorno da Estação Ecológica da Serra da Canoa, atingindo um total de 30 famílias. Com vazão de 1.600 litros/hora, o poço vai reforçar a segurança hídrica, garantindo o acesso à água para agricultura familiar, criação de animais e consumo próprio.
Já as capacitações realizadas somam o trabalho de incentivo à convivência com o semiárido, com foco na sustentabilidade ambiental, desenvolvimento econômico e participação social. Dos 184 municípios pernambucanos, 122 estão localizados na região do Semiárido, onde a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) desenvolve o Programa Caatinga Sustentável. O objetivo é criar alternativas para a convivência no semiárido, minimizando os efeitos da desertificação através de atividades de capacitação, infra-estrutura e conscientização. No total, o investimento é da ordem de R$ 4,9 milhões, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, SUDENE e CPRH, contemplando 13 municípios.

Da redação do Blog do Jair Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário