sábado, 12 de julho de 2014

Brasileiros choram pela 2ª vez derrota da Seleção em Copa do Mundo dentro do seu próprio país, 1950 e 2014.




10 é número da camisa “amarelinha” vestida pelo “Rei do Futebol”, Pelé, em três copas do mundo, de 1958 a 1970. Agora esses mesmos 10 representam a quantidade de gols que a Seleção Brasileira de Futebol, levou em apenas duas partidas de futebol, em um curto espaço de tempo, dentro de sua própria casa, na copa que seria a “Copa das Copas”. Pelas duas derrotas sofridas pela seleção brasileira, em minha opinião esta foi à copa da “vergonha das vergonhas!”

É lamentável a derrota sofrida pela nossa Seleção, aquela que veste a camisa “amarelinha” tão respeitada por jogadores e adversários. Quem assistiu aos dois últimos jogos do Brasil, mesmo pela TV, pode ver hoje uma seleção apática, atolada na grama do “Mané Garrincha” em Brasília, perdida no tempo e em campo, como se estivesse enfeitiçada, e não tivesse idéia do que é realmente jogar futebol.

Parabéns aos torcedores brasileiros, que apoiaram a Seleção até os últimos minutos, como se fosse um médico querendo salvar a vida do seu paciente que se encontrava dando o ultimo suspiro. Achei muito pouco as vaias que ela merecia.

Essa enxurrada de gols sofridos pela seleção brasileira, 7 gols em apenas uma partida nas semifinais e 3 em uma partida para decidir o 3º lugar, pode marcar o início de um novo tempo no futebol brasileiro. Agora vão existir duas épocas, assim discriminadas: antes e depois dos 7.

Hoje, 12 de julho de 2014, esta sendo apagada da memória do brasileiro, a derrota sofrida pela seleção brasileira quando jogou com a seleção uruguaia, no Maracanã, Rio de Janeiro, e perdeu a copa do mundo de 1950 (dentro de sua própria casa, o Brasil), e o torcedor saiu de campo chorando.

Na primeira fase desse campeonato mundial, já se falava que o terror da copa poderia ser a seleção do Uruguai, quando vinha à lembrança do brasileiro a derrota sofrida na decisão da copa do mundo de 1950.

Não adianta virar a página que foi escrita hoje, esta “mácula” será lembrada por várias e várias gerações. Acredito não estar mais aqui quando essa página for virada, pois para virar a página da derrota que sofreu do Uruguai na copa de 1950 no Maracanã, foram necessários 64 anos. Quantos anos serão necessários para apagar estes 7 e 3 gols, 10 gols, em apenas duas partidas jogadas?!

Não tenho interesse em comentar nada com relação aos jogadores da seleção que disputaram essa copa, eles não sabem e não conhecem o peso da “amarelinha”. Em minha opinião, eles não deveriam nem ter vestido a camisa e nem ter entrado em capo, se era para nos envergonhar tanto!

Na da mais a comentar!
 
Por Jair Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário