terça-feira, 17 de junho de 2014

Mulher do senador Pedro Simon sofre sequestro-relâmpago em Porto Alegre


A mulher do senador gaúcho Pedro Simon (PMDB-RS), Ivete Fülber Simon, sofreu um sequestro-relâmpago na noite desta segunda-feira (16) em Porto Alegre. Segundo a Polícia Civil, dois homens armados a mantiveram por mais de 30 minutos no carro, a obrigaram a sacar uma quantia em dinheiro e, depois, liberaram ela junto com o veículo.
Ivete foi levada por volta das 21h50 quando estava na frente da residência da família, na Avenida Protásio Alves. Familiares registraram ocorrência na 8ª Delegacia de Polícia. O veículo era rastreado e foi perseguido pela polícia.
"Um policial teve a informação de que somente uma senhora havia perguntado onde era a Avenida Protásio Alves. Imaginamos que ela havia sido liberada", disse ao G1 a delegada Vandi Lemos, que atendeu à ocorrência.
Quando o carro foi encontrado, os dois homens já haviam fugido. "Eles a mandaram embora com o veículo. Foi uma situação diferenciada. Geralmente levam o carro e mais objetos, e dessa vez a mandaram retornar com o próprio carro", comentou a delegada.
A polícia não realizou buscas porque Ivete não tinha indicativos de onde poderiam estar os suspeitos. Nesta terça (17), novas diligências seriam realizadas.
Contatada pelo G1, a assessoria de imprensa do senador elogiou o trabalho da polícia e da seguradora, responsável pelo rastreamento do carro, e informou que Ivete está bem, apesar de ter ficado traumatizada. Ela teve uma arma apontada para o rosto e sofreu ameaças de morte, mas não apresentou nenhum ferimento.

Da Redação do Blog do Jair Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário