CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 28 de junho de 2016

PF vai começar análise de material de empresário achado morto em motel

Material encontrado com empresário começara a ser periciado pela Polícia Federal (Foto: Divulgação PF)
Do G1 PE

A Polícia Federal em Pernambuco (PF) vai começar a análise do material achado com o empresário Paulo Cesar Barros Morato, alvo de Operação Turbulência e encontrado morto no Motel Ti-ti-ti, em Olinda, no Grande Recife, na quarta-feira (22).  A Polícia Civil de Pernambuco entregou aos agentes federais, na segunda-feira (27), cadernos de anotações, envelopes de depósitos bancários, oito pen-drives, três celulares, chaves de imóveis, óculos, relógios, além de  produtos de higiene pessoal.
A PF aguarda ainda o repasse do veículo usado por ele, um Jeep Renegade. O primeiro passo dos federais será realizar uma triagem desse material. A ideia é concentrar os esforços na avaliação dos aparelhos de mídias e eletrônicos (pendrives, anotações e telefones celulares). Todo o restante será devolvido aos familiares de Morato.

Oficialmente, a PF informa que acompanhará as investigações que estão sendo feitas pela Polícia Civil de Pernambuco. Aguardará as conclusões das perícias que tentarão apontar as causas da morte do empresário.  A PF admite que poderá entrar nas investigações, caso alguma circunstância aponte vínculos ou tenha ligação com os fatos que estão sendo apurados pela operação Turbulência.