CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 24 de maio de 2016

SINDSEP/PE: Servidores discutem estratégia para enfrentar governo interino

02.17-SOLENE-GC-146-de-190_1
Preocupados com os retrocessos que o País vive desde a posse do governo interino de Michel Temer – há onze dias -, os servidores federais participaram de uma reunião com a CUT e a Condsef, em Brasília, na última quinta, 19 de maio. A categoria está em alerta quanto à manutenção do reajuste negociado com o governo em 2015, que prevê um índice de 5,5% em agosto e 5% em janeiro de 2017, além da implantação progressiva da paridade entre ativos e aposentados, prevista para acontecer em 2017, 2018 e 2019.
O projeto que trata do acordo com o funcionalismo está na Câmara, mas, até agora, não tem relator. Na reunião de quinta em Brasília, foi aprovado um calendário de mobilização envolvendo servidores de todos os estados. Os sindicatos farão assembleias nas suas bases para discutir o cenário atual e tirar os encaminhamentos. No dia 10 de junho, está programada uma plenária nacional da Condsef, quando as decisões dos Estados serão apresentadas e será aprovado um plano de luta. Há uma proposta de um Dia Nacional de Mobilização ainda em junho para pressionar o Congresso a aprovar o acordo firmado no ano passado. Além da manutenção do acordo, os servidores também estão preocupados com o PL 257, que prevê suspensão do reajuste. Esse projeto estava tramitando no Congresso Nacional em regime de urgência, mas, depois de protestos que os servidores realizaram em abril em todo Brasil, o governo  recuou. Não se sabe ainda como vai ficar a tramitação com o governo interino.
“Graças aos atos que realizamos, o projeto saiu do regime de urgência. Isso é uma prova que quando estamos mobilizados e pressionamos, podemos reverter a situação. Por isso, convoco os servidores federais a ficarem em alerta, porque vamos precisar de união e resistência para enfrentar o que está acontecendo e o que está por vir”, lembra a coordenadora geral do Sindsep, Graça Oliveira (foto).
ASSEMBLEIA
Para discutir tudo isso e repassar os encaminhamentos tirados na reunião de quinta-feira, em Brasília, o Sindsep-PE realizará uma assembleia geral, nesta terça-feira, dia 24. A assembleia será no auditório do sindicato, às 18h em primeira convocação, e, às 18h30, em segunda conv
ocação. Participe!