CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Ibimirim: Presos suspeitos de integrar grupo especializado em roubo de carga



A Polícia Civil de Alagoas prendeu, nesta quarta-feira (06/04/16), dois suspeitos de roubo de cargas na rodovia BR-101 no estado. Segundo o delegado Rodrigo Colombelli, responsável pelo caso, os suspeitos fazem parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime.
Os suspeitos foram identificados como Edson dos Santos, 21, que admitiu os crimes, e Luciano Bezerra, 27, que nega envolvimento no caso. Eles foram presos na cidade de Ibimirim, no interior de Pernambuco, em cumprimento a mandados da 17ª Vara Criminal de Alagoas.
As prisões foram apresentadas em entrevista coletiva à imprensa realizada na sede da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), em Maceió.
De acordo com o delegado Colombelli, uma equipe esteve no interior pernambucano na noite de terça (05/04/16) para cumprimento dos mandados.
“Recebemos informações de que os suspeitos estariam lá. Como já tínhamos o mandado, fomos atrás deles”, explica Colombelli.
Santos foi preso na área urbana de Ibimirim, enquanto Bezerra estava na zona Rural do município. “Santos responde por homicídio em São Luis do Quitunde e é foragido do Sistema Prisional”, afirma o delegado.
Na casa de Santos foram apreendidos produtos de higiene pessoal, relógios, celulares e um liquidificador, que teriam sido roubados de um caminhão que prestava serviço a uma grande rede de supermercados.
Ele confirmou que fazia parte da quadrilha e citou outras duas pessoas, Ednaldo Antônio da Silva e Cícero Antônio da Silva, que são irmãos e foram presos na semana passada, suspeitos de integrar o grupo.
"Pegávamos as armas só para praticar os assaltos. Alugávamos um carro e depois devolvíamos as armas. Eu e Cícero ficávamos armados", relata Santos.
Ele também admitiu que é responsável pela acusação de homicídio citada pelo delegado. "Um cara matou meu irmão e eu matei ele. Fugi de uma delegacia perto de Rio Largo. Minha responsabilidade com os roubos de cargas são em duas de mercadorias e uma de gás".
Luciano Bezerra, que é natural de Pernambuco, nega as acusações. "Não integro nenhuma quadrilha. Eu conheço o Cícero e soube que ele era envolvido com a quadrilha quando ele foi preso. Sempre vinha a Alagoas para comprar móveis usados e vender lá".

Fonte: G1