CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

domingo, 10 de abril de 2016

Governador Paulo Câmara decreta “Situação de Emergência” para 56 cidades do Estado, e Petrolândia está incluída.



É hipocrisia Petrolândia estar incluída nesta lista, a não ser que seja para vir verbas para o Município.


Lago Artificial de Itaparica, é água a perder de vista! São 11 bilhões de metros cúbicos de água e 150 km de espelho de água. O município de Petrolândia está às suas margens.


Através do Decreto nº 42.886 do dia 08/04/16, publicado na página 04 do DOE Ano XCIII nº 65 de sábado dia 09/04/16, o Governador do Estado de Pernambuco declara situação anormal, caracterizada como “Situação de Emergência”, nas áreas dos Municípios do Sertão do Estado de Pernambuco afetados pela estiagem.


Foi decretada “Situação de Emergência” para 56 cidades do Estado, e entre elas aparece Petrolândia, que fica distante pouco menos de 5 km do Lago Artificial de Itaparica, e que mesmo em situação crítica deve estar acumulando hoje aproximadamente 4,4 bilhões de metros cúbicos de água.
O Bairro Nova Esperança, em Petrolândia, já tem quase 20 anos de existência, e numa cidade que fica a pouco menos de 5 km da Barragem, só não tem um abastecimento de água por falta de interesse político, visto que em épocas de eleições aparecem “mil e uma” promessas, e nenhuma é cumprida.

Quanto a área rural do Município, rica em produção agrícola, conta com um razoável sistema de irrigação, o qual poderia ser melhorado principalmente em termos de administração. Sabe-se que o sistema de irrigação das agrovilas do município de Petrolândia, está abandonado e se deteriorando.
Seria bom que se decretasse emergência para se tomar providências urgentes quanto a atual Administração Municipal Local, pois Petrolândia tem água suficiente para matar a sede de muita gente no Nordeste.

“A conversa é uma e a realidade é outra.” (Jair Ferraz)

Veja por foto a falta de administração, e o desperdício de água nos projetos de irrigação agrícolas no Município de Petrolândia, totalmente abandonado:



Cano estourado, vedado com uma lage de cimento. Desperdício de água.

Bombas e registro amarrados com cordas, se deteriorando


Cano estourado. Desperdício de água que poderia estar sendo aproveitada para a irrigação.


Mais cano estourado.

Registro e bombas abandonadas, entregue às "baratas".