CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

quarta-feira, 9 de março de 2016

Floresta: Operários entram em greve, e paralisam Obra da Transposição no Eixo Leste.




Por Jair Ferraz:

Foi no início da manhã de ontem, terça-feira dia 08 de março de 2016, que operários da transposição, “encruzaram” os braços e paralisaram os trabalhos da Obra da Transposição no trecho que vai da Barragem de Itaparica, onde ela inicia nos Mandantes, município de Floresta - PE, e vai até a localidade de Muquém, na Serra Negra, no município de Ibimirim, Sertão do estado de Pernambuco. Um trecho de aproximadamente 100 km.

Os operários da obra, representados pelo Sr. MARRAEL SIQUEIRA E SILVA, que é um dos CIPEIROS, falou para o Blog do Jair Ferraz “que a paralisação se deve ao fato do atraso no pagamento da PLR (Participação dos Lucros Reais), que está atrasada a mais de três meses, ou seja, o pagamento está vencido desde o mês de dezembro/15”. Disse ainda que “a paralisação se deu após esgotar todas as possibilidades de negociação, e que os últimos acertos teriam acontecidos oito dias passados”.

Na greve deflagrada ontem para cobrar o pagamento atrasado da PLR, os operários apresentaram aos diretores das Empresas do Consórcio para a Construção da Obra da Transposição, neste trecho entre os municípios de Floresta e Ibimirim, Pernambuco, uma pauta com outras reivindicações, como por exemplo: reajuste no valor do cartão de alimentação, que a dois dissídios não tem nenhum aumento, e na greve anterior ficou acertado que seria aumentado em janeiro de 2015; pagamento das horas “intineris” (horas que são gastas para se cumprir um itinerário); pagamento dos prejuízos sofridos pelos operários que tiveram os alojamentos queimados no incêndio que aconteceu em um dos galpões. Os operários reclamam que foi feito um adiantamento para sanar o prejuízo, e depois foi descontado. Segundo revelações feitas ao Blog do Jair Ferraz, registradas em gravação de áudio, os operários também pedem manutenção mecânica nos veículos de transporte coletivo, e disponibilizar uma maior quantidade de Equipamento de Proteção Individual - EPI. São várias as reivindicações em pauta.

No meio a todo este movimento grevista, deflagrado na manhã de ontem, na Obra da Transposição do Rio São Francisco, este blogueiro JAIR FERRAZ que vos escreve, no local da greve, teve a grata satisfação, e o prazer em conhecer pessoalmente o jovem MARRAEL SIQUEIRA E SILVA, um dos CIPEIROS da Obra, e que é neto do já falecido Coronel Manoel Neto, da Polícia Militar do Estado de Pernambuco. O Cel. Manoel Neto, homem disposto e destemido, foi o maior combatente do cangaço, e o comandante da volante policial, formada por Nazarenos, que teve a coragem de enfrentar cara a cara, e brigar com o famigerado cangaceiro Lampião, a exemplo da batalha conhecida como “O tiroteio da Favela”, onde o cangaceiro Lampião teve que se retirar para não morrer.

NOTA DO BLOG:
Parte da redação desta materia é transcrição de audio autorizado pelos operários da obra.