CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Pernambuco: No 2º dia do Sisu, sobem as notas de corte da Univasf e do IF Sertão-PE




O Ministério da Educação divulgou nesta quarta-feira (13/01/16) as notas de corte do 2º dia do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) registrou um aumento nas notas de corte em relação ao primeiro dia de inscrição no sistema. Os cursos mais concorridos continuam sendo os de Medicina e Engenharia Civil. O Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE), também teve alta em alguns cursos nas notas de corte e as graduações que lideram são Computação e Química.

A nota de corte de Medicina, campus Sede, passou de 763,88 para 765,98. Enquanto que o curso em Paulo Afonso, foi de 761,30 para 764,98. A alta também foi verificada na nota de corte do Curso de Engenharia Civil que foi de 691,30 para 698,26. A Univasf oferece 27 graduações no sistema e 1.490 vagas disponíveis nos campi Petrolina sede, Ciências Agrárias, Juazeiro-BA, Paulo Afonso-BA, Senhor do Bonfim-BA e São Raimundo Nonato-PI.

No IF Sertão-PE subiu a nota do curso de Química de 581,81 para 602,25. Enquanto que a graduação em Computação teve uma pequena queda da nota de 608,96 para 607,33, mas ainda continua a maior entre os cursos oferecidos no campus de Petrolina. A instituição tem 207 vagas oferecidas nos campi das cidades pernambucanas de Petrolina, Salgueiro e Floresta.

Na quinta-feira (14), às 9h, a nota de corte será novamente atualizada e publicada no site do Sisu e pode aumentar conforme a inscrição dos estudantes. A nota de corte é apenas uma referência e não assegura a classificação final. Para disputar as vagas os candidatos precisam ter participado da edição de 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter obtido nota zero na Redação.

O resultado da chamada regular será divulgado no dia 18 de janeiro na página do Sisu e nas instituições de ensino superior.

Fonte: G1