CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Petrolândia: Idosa de 73 morre de febre hemorrágica, e a suspeita é Dengue.



A Sra. Francinete Pereira Viana, idosa que tinha 73 anos, que residia na Rua Dantas Barreto, por trás da Padaria Veneza, a menos de 50 metros do prédio da Secretaria de Saúde Municipal, no centro da cidade de Petrolândia, interior do estado de Pernambuco, e que era viúva do conhecido Paulo Viana, morreu sábado passado, dia 05/12, e como causa da morte foi atestada Febre Hemorrágica.

Quando Dona Francinete percebeu que estava doente, procurou o Hospital Municipal local onde ficou internada para tratamento. Poucos dias depois, não apresentando melhoras, e o seu estado de saúde se agravando, ela teve que ser encaminhada com urgência para atendimento médico na cidade de Recife. Praticamente no início da viagem, a situação piorou, e o socorro foi desviado para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA na cidade de Delmiro Gouveia, no estado de Alagoas, onde ela morreu pouco tempo depois que deu entrada.

Ainda em Petrolândia, quando se encontrava internada no Hospital Municipal, conforme exames clínicos, os sintomas tinham as características da Dengue.

O corpo de Dona Francinente foi levado para ao Serviço de Verificação de Óbito em Recife, onde foram feitos exames para definir a causa da morte, e na terça-feira, dia 08/12, três dias contados após sua morte na UPA de Delmiro Gouveia, foi velado em sua residência, e depois sepultado no Cemitério São Francisco de Assis em Petrolândia.

Ela era uma mulher de fibra, simpática, atenciosa e comunicativa, e apesar da idade um pouco avançada, tinha boa saúde. Deixa muitas saudades entre familiares, parentes, e amigos.

De acordo com informações colhidas no site Tua Saúde, em matéria do Médico Dr. Arthur Frazão, link: http://www.tuasaude.com/febre-hemorragica/, “a febre hemorrágica é uma situação grave caracterizada pelo surgimento de febre acima de 38ºC, dor em todo o corpo e sangramentos pelos olhos, boca, nariz, urina e vômitos, que podem resultar em hemorragia grave se não for tratada. Geralmente, a febre hemorrágica é causada por doenças potencialmente fatais provocadas por vírus, como Ebola, Dengue ou Doença de Marburg. A febre hemorrágica tem cura, mas deve ser tratada em isolamento no hospital. No Brasil, a febre hemorrágica é mais freqüente durante a Dengue, sendo que ainda não existem casos de febre hemorrágica por Ebola”.

Acreditamos que nos próximos meses tenhamos da Secretaria Municipal de Saúde de Petrolândia, o resultado do exame que vai esclarecer se realmente Dona Francinete morreu da Dengue Hemorrágica ou não.

Enquanto isto não acontece, e não temos a certeza de que a Febre Hemorrágica que matou Dona Francinete foi causada por Dengue, temos que ter o máximo de cuidado com mosquito do Aedes Aegypti que está infestando a cidade, e com ele, além do Dengue, está vindo também a chikungunya, e o perverso zika vírus.

Vale salientar que há deficiências no desenvolvimento no Programa de Combate ao mosquito aedes aegypti no município de Petrolândia. É insuficiente a quantidade de agentes que trabalham no programa, e mesmo tendo sido realizado um concurso em 2012 para contratação de mais agentes, o que realmente aconteceu foi uma redução no numero de agentes trabalhando. No momento não existe agentes de saúde designados para trabalhar na zona rural do Município, onde periodicamente é realizado um trabalho em forma de mutirão.

Tivemos na manhã desta sexta feira (11/12), uma conversa com a Coordenadora de Vigilância Epidemiológica, e Coordenadora Ambiental da Secretaria de Saúde Municipal de Petrolândia, e elas deram esclarecimentos sobre a atual situação, e o trabalho que vem sendo feito no combate ao aedes aegypti. Este tema será motivo de matéria no Blog do Jair Ferraz na próxima semana.