CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Petrolândia: É mais fácil cortar do que podar!



Por Jair Ferraz.
 
No sábado passado, dia 12/12, O Blog do Jair Ferraz, recebeu em sua redação fotografias enviadas por leitores, e que é de “cortar o coração”.

O que aparece nas fotografias são funcionários da Prefeitura Municipal de Petrolândia, Secretaria de Serviços Urbanos, munidos com moto-serra, foices e facões, cortando uma árvore que existia na quadra 7, no centro da Cidade, e jogando os seus “restos mortais” em cima de um caminhão. Era uma velha algarobeira.

Este é um costume que já virou rotina em Petrolândia, e tratamento idêntico foi dado a uma velha “Carolina” que existia na Praça da Quadra 8.


Com relação ao corte desta árvore da praça da quadra 7, procuramos o responsável pelos Serviços Urbanos, e a justificativa foi de que a árvore estava ameaçando cair, inclusive estava pendendo para um lado. Ouvimos a justificativa, perguntamos a nós mesmos: como é que uma árvore plantada a alguns anos, antes mesmo da praça existir, ameaça cair?! E a justificativa para o corte da “Carolina” da Praça da Quadra 8? A justificativa foi perturbação de sossego. Moradores faziam festas, jogavam, ouviam músicas, se divertiam à sombra da “Carolina”. Relembre no link: http://www.petrolandiape.com/2015/06/crime-ambiental-em-petrolandia-cortaram.html

Como ficou a árvore "Carolina" da Quadra 8, pelada!


É de estarrecer, que numa época do ano de altas temperaturas, que chega à 39 graus centigrados, onde o céu não tem sequer uma nuvem, como pode ver nas fotografias, em Petrolândia, em vez de plantar, em vez de criar mais sombras, o que se faz é cortar as arvores, e eliminar o restinho de sombra que ainda se tem.

Em minha opinião, nesta época do ano, e na ameaça do aquecimento global, cortar uma árvore é considerado crime ambiental, e a pena deveria ser: plantar árvores nas praças da Cidade.

Acreditamos que o Ministério Público de Pernambuco esteja de “olho” nos descasos praticados pela Administração Pública Municipal de Petrolândia. Sabemos que a demanda de denuncias é grande. Denúncias de toda natureza das áreas de Saúde, Educação, e Social, que muitas vezes se perde na porta do MPPE em Petrolândia, que precisa de um promotor permanente para atender toda a demanda de denúncias.

O céu não tem uma nuvem, e o sol é forte!.