CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Brasil: Movimentos sociais unidos contra tentativa de golpe


Eis que o terceiro turno das eleições brasileiras de 2014 entrou em sua reta final. Estamos vivenciando um golpe permanente no país, desde a vitória da presidenta Dilma Rousseff nas últimas eleições. Mas agora a conjuntura atingiu um ponto chave: PSDB, PMDB, DEM, a grande mídia e uma parcela retrógrada do Judiciário brasileiro apertaram o cerco contra a democracia nacional. Eles pretendem tirar a presidenta eleita democraticamente por mais de 54 milhões de brasileiros do poder para assumirem o seu lugar.

Diante das atuais circunstâncias, o Sindsep-PE convoca todos os seus filiados a saírem à rua no próximo dia 20 de agosto contra o golpe, em defesa da democracia e dos direitos sociais e trabalhistas. O ato acontecerá na Praça do Derby, com concentração a partir das 16h. Em seguida, todos sairão em caminhada até a Praça da Independência (conhecida como a praça do Diário). Movimentos sociais, partidos de esquerda e forças democráticas estão à frente da atividade.

Esse movimento não é partidário. Na reunião de preparação para o ato, realizada na última quinta-feira, no Sindsep, ficou claro que grande parte dos movimentos sociais está insatisfeita com algumas iniciativas do governo e, principalmente, com o retrocesso do Congresso Nacional. O Sindsep, inclusive, briga com o governo para defender os servidores federais. No entanto, todos são contra ao golpe e respeitam a democracia.

Se não fizermos uma pressão popular, se não formos para a rua, irão dar um novo golpe no país. Querem destituir um governo democraticamente eleito e colocar no lugar uma coligação de forças de direita. Considerando o que representou a Era FHC e o que está acontecendo no Congresso Nacional, todos têm consciência do atraso que será se esses grupos conservadores assumirem o comando do Brasil.