CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 28 de julho de 2015

Petrolina: Chapéu de Palha Mulher capacita 3.425 trabalhadoras rurais no Sertão



O governador Paulo Câmara foi ao município de Petrolina prestigiar o ato, que reuniu cerca de 1,7 mil pessoas.
Nesta edição do Chapéu de Palha da Fruticultura foram formadas 3.425 trabalhadoras rurais dos municípios de Petrolina, Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande, no São Francisco, que participaram de 50 cursos de formação sociopolítica e 108 cursos profissionalizantes.
O governador Paulo Câmara agradeceu a participação das mulheres no evento e afirmou que o projeto está entre as suas prioridades. “Vamos trabalhar para fortalecer essa iniciativa, investindo em parcerias com as prefeituras e associações em prol dos que mais necessitam”, destacou. “Somos protagonistas de nossas histórias e que vamos ajudar o Governo a superar essa de crise”, ressaltou a secretária da Mulher, Silvia Cordeiro.
O Chapéu de Palha é uma ação conjunta de várias secretarias estaduais, coordenado pela Secretaria de Planejamento e Gestão. Como parte dessa ação, a Secretaria da Mulher vem realizando o Chapéu de Palha Mulher, iniciado com as trabalhadoras da cana (2007), e ampliado para as trabalhadoras rurais da fruticultura irrigada (2009) e da pesca artesanal (2012), a partir de demanda das próprias mulheres.
O projeto da Fruticultura também envolveu 316 profissionais da região, que integram a rede de educadoras, instrutoras e recreadoras treinadas pela SecMulher-PE para atuar como agentes de políticas públicas, através de metodologias voltadas para atender às especificidades das mulheres da região e de seus filhos e dependentes legais, menores de sete anos. Só este ano, o número chegou a 1.580 crianças, que, além das atividades lúdicas, receberam noções de gênero.
CONTINUIDADE - O programa Chapéu de Palha Mulher, premiado pela ONU, em 2012, é fruto do tradicional Chapéu de Palha, que foi criado na segunda gestão do governador Miguel Arraes, nos anos 80, e reeditado no começo da primeira gestão de Eduardo Campos, em 2007. O governador Paulo Câmara deu continuidade à iniciativa, que contribui para a sustentabilidade de muitas famílias.

Fonte: Governo do Estado de Pernambuco