CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Bang Bang em Petrolândia: bandidos trocam tiros com a polícia.


Material ilicito apreendido


Carro policial atingido por balas.

 
Por Jair Ferraz.

 
Na noite desta sexta-feira dia 17/07/15, os elementos Elvis Martins Montalvão, 24 anos, e José Maurício Martins, 20 anos, armados de revolver 38 e espingarda 12 entraram em confronto com policiais militares da 4ª CIPM de Petrolândia. A intensa troca de tiros aconteceu no bairro Nova Esperança, zona urbana. A informação que tivemos é que não houve feridos.
As Equipes policiais “Malhas da Lei” e NIS-II, vinham monitorando os elementos visto que já tinham recebido várias denuncias a respeito deles, pelos delitos de porte de arma de fogo, tráfico de drogas, assalto a mão armada, e tentativa de homicídio.
Segundo informações de fonte não revelada, eles seriam fugitivos de outros bandidos da cidade de Paulo Afonso – BA, vindo se esconder no Bairro Nova Esperança em Petrolândia.
Quando os policiais chegaram ao local foram recebidos à bala. Os meliantes já foram atirando contra a equipe de inteligência e a equipe da Rocam, que revidou diante da injusta agressão. Foi solicitado apoio e chegaram ao local às equipes do GATI e Patrulha do Bairro, para conter o tiroteio que só terminou horas depois.
Os elementos tentaram fugir mais o cerco estava fechado, e o efetivo policial conseguiu prender a dupla que estava aterrorizando a comunidade local.
Foi apreendido 01 (um) revolver calibre 38, com 05 (cinco) munições do mesmo calibre deflagradas, e 02 (duas) munições intactas. 01 (uma) espingarda calibre 12 de um cano, com 05 (cinco) munições do mesmo calibre deflagradas, e 02 (duas) munições intactas. Também foi apreendida certa quantidade da droga conhecida por maconha.
Após ser efetuada a prisão dos dois elementos, e apreensão do material ilícito, os policiais fizeram o deslocamento para a Delegacia de Policia Civil de Plantão na cidade de Floresta, onde registraram um Boletim de Ocorrência, e depois o caso foi entregue a autoridade policial civil, para confecção do auto de prisão em flagrante.
Os elementos foram recolhidos a cadeia pública de Petrolândia.