CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sábado, 27 de junho de 2015

Justiça autoriza retorno do Pernambuco dá Sorte


O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) autorizou o retorno das atividades do Grupo Promobem, responsável pela comercialização dos títulos de capitalização Pernambuco dá Sorte. Segundo os advogados do grupo, os negócios da empresa serão retomados nos próximos dias. O grupo teve as atividades suspensas em novembro do ano passado, quando a Policia Federal deflagrou a Operação Trevo para investigar suspeitas de lavagem de dinheiro. A estimativa é que o esquema teria movimentado cerca de R$ 1 bilhão em 13 estados.
Segundo a investigação, os envolvidos utilizavam os títulos de capitalização como uma forma de lavar dinheiro. Os recursos, que deveriam ser destinados em até 50% à instituições filantrópicas, eram encaminhados ao Instituto Ativa Brasil, em Belo Horizonte, que seria ligado ao grupo. Apenas 1,67% do valor seria, de fato, enviado para entidades assistenciais.
Na época, foram presos os irmãos e sócios do empreendimento Júlio Emilio Cavalcanti Paschoal Neto, Hermes Coutinho Paschoal, Gustavo Coutinho Paschoal e Cláudio da Rocha Paschoal, juntamente com o gerente Zanone Tavares Pedrosa. Eles foram liberados poucos dias depois e respondem ao processo em liberdade. Decisão do TRF-5 atende a um Mandado de Segurança e é válido para Pernambuco e os estados do Pará, Alagoas, Espírito Santo, Amazonas, Paraíba e Piauí, onde o Grupo Promobem atuava.

Fonte: Pernambuco 247