CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sábado, 27 de junho de 2015

Fenearte 2015 reúne 5 mil expositores no Cecon, de 2 a 12 de julho





A Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) 2015 começa na quinta-feira (2) no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. A feira segue até 12 de julho com mais de 5 mil expositores de todo o mundo. Os artesãos pernambucanos são maioria, mas esta Fenearte tem recorde de participação internacional: são 51 países diferentes. Os detalhes do evento, que chega à 16ª edição neste ano, foram divulgados na manhã desta quinta (26).
Coréia do Sul, Estados Unidos, Fiji, Inglaterra, Kuwait, Somália e Tanzânia são os países que apresentam, pela primeira vez, sua produção artística na Fenearte neste ano. Também estarão presentes expositores de países como Peru, Colômbia e Espanha, além de artesãos de todos os 27 estados brasileiros. Mesmo assim, o destaque da feira são os artistas pernambucanos. Como é tradição, manifestações artísticas de todas as regiões do estado serão apresentadas. E os homenageados da feira de artesanato, que é a maior da América Latina, vêm do interior do estado.
Neste ano, a Fenearte homenageia o poeta popular Lourival Batista, imortalizado como Louro do Pajeú, que faria 100 anos em 2015; e o artesão Manoel Borges da Silva, o Mestre Nuca de Tracunhaém. A produção dos pernambucanos será retratada na decoração do evento e em documentários. O trabalho de Louro do Pajeú e Mestre Nuca também fica em exposição na Galeria de Homenageados, ao lado de uma mostra dos artesãos que são reconhecidos como Patrimônios Vivos de Pernambuco.
A Alameda dos Mestres Janete Costa ainda vai expor trabalhos de 51 artesãos pernambucanos. Uma novidades é a exposição de peças de arte popular que fazem parte da família Campos. Segundo a organização da Fenearte, esta é uma iniciativa dos próprios artesãos, como uma forma de tributo e agradecimento ao trabalho de valorização dedicado pelo ex-governador Eduardo e Renata Campos à arte popular pernambucana.

Negócios
Iinvestindo R$ 5,5 milhões no evento, a organização da Fenearte espera movimentar R$ 40 milhões e atrair 320 mil pessoas nos dez dias de feira deste ano. Segundo Felipe Carreiras, secretário de Turismo, Esporte e Lazer de Pernambuco, o saldo financeiro do ano passado não foi tão bom porque a Fenearte precisou concorrer com a Copa do Mundo. Mas, agora, a expectativa é que o movimento melhore, apesar da crise econômica que afeta todo o país.
Para incrementar as vendas, ainda serão realizadas rodadas de negócios nos três primeiros dias de feira. De acordo com a Fenearte, cerca de 25 compradores nacionais e seis internacionais estarão presentes para negociar com os artesãos pernambucanos. A expectativa é que o negócio movimente R$ 5 milhões.

Entrada
Os ingressos para a Fenearte 2015 custam R$ 10 e R$ 5 (meia) de segunda a sexta-feira. Nos finais de semana, os bilhetes são vendidos por R$ 12 e R$ 6 (meia). Eles podem ser adquiridos tanto no Centro de Convenções quanto no Shopping Tacaruna. A Fenearte funciona das 14h às 22h durante a semana e das 10h às 22h nos sábados e domingos.
Quem for de carro para a feira, poderá estacionar na Fábrica Tacaruna ou no Centro de Convenções -- a entrada é pela Avenida Agamenon Magalhães e a saída, pela continuação da Estrada de Belém. O estacionamento custa R$ 6 das 7h às 0h para carros passeios, já a diária custa R$ 15. Quem deixar o carro no Tacaruna, ainda conta com uma vã, a cada 15 minutos, para ir gratuitamente ao Centro de Convenções.

Estrutura
Os 5 mil expositores se dividem em 800 estandes por 29 mil metros quadrados do Centro de Convenções de Pernambuco. Ainda há salas dedicadas a exposições, como a Alameda Janete Costa, o Salão de Arte Popular Ana Holanda e a Galeria dos Reciclados. Uma passarela também vai receber 18 desfiles de moda ao longo do evento. A planta é assinada por Carlos Augusto Lira Arquitetos e conta com várias portas de saída, além de praças de descanso desenhadas por estudantes de arquitetura das faculdades do estado.
Na área externa do Cecon-PE, também será instalada uma praça de alimentação com dois mil metros quadrados. A praça conta com 12 restaurantes, 150 mesas e 600 lugares, mas quiosques de comida rápida e dois cafés também serão instalados na área destinada aos expositores.
A praça de alimentação ainda recebe o palco da programação artística e cultural elaborada pela Fundarpe. O palco recebe apresentações musicais em todos os dias do evento, no final da tarde e no começo da noite. Entre as atrações, estão representantes da cultura popular como o Cavalo Marinho Estrela Brilhante de Condado, o Maracatu Pavão Dourado, o Mamulengo Nova Geração, a Banda de Pífano Zé do Estado e Severino dos 8 Baixos.

Serviço
De 2 (quinta-feira) a 12 de julho (domingo)
Centro de Convenções de Pernambuco - Complexo de Salgadinho, s/n, Olinda
Das 14h às 22h: de segunda-feira a sexta-feira
Das 10h às 22h: sábados e domingos
Ingressos: de segunda a sexta R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia) / sábado e domingo: R$ 12 (inteira) R$ 6 (meia)
Há meia-entrada para estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos
Serviço de vans gratuitas a cada 15 min no Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções. Segunda a quinta, das 14h às 22h30 / Sexta a domingo, das 10h às 22h30

Fonte: G1 - Pernambuco