CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

domingo, 28 de junho de 2015

Fãs visitam túmulo de Raul Seixas no dia em que roqueiro faria 70 anos




Um show que lotou o Teatro Castro Alves (TCA) marcou a data em que Raul Seixas, ícone do rock brasileiro, faria 70 anos, mas nem por isso os fãs deixaram de manter a tradição e visitar o túmulo do cantor no Cemitério Campo Santo, em Salvador, neste domingo (28). Os fãs prestaram homenagens com música e depositaram flores no túmulo de Raulzito.
Raul Seixas nasceu em Salvador no dia 28 de junho de 1945 e é considerado um dos pioneiros do rock nacional, com canções célebres como "Maluco Beleza", "Ouro de Tolo", "Mosca na Sopa", "Metamorfose Ambulante".
Ele tem 17 discos lançados em 26 anos de carreira, num estilo que misturou ao rock ritmos como o baião. O álbum de estreia foi "Raulzito e os Panteras", de 1968, quando ele ainda integrava o grupo "Os Panteras".
Em Salvador, uma lei municipal instituiu o dia 28 de junho, data de nascimento de Raul, como o Dia Municipal do Rock. Com a lei, Salvador se tornou a primeira capital brasileira a ter um dia dedicado ao gênero. O artista morreu em São Paulo aos 44 anos.

Tributo no TCA
Carlos Eládio, que integrou o grupo “Raulzito e os Panteras”, comandou o tributo a Raul neste domingo (28), pelo projeto "Domingo no TCA", com o show "10 Mil Anos Atrás". Os ingressos custaram R$ 1. O grupo era formado por Raul, Eládio, Carleba e Mariano. Com Eládio, após o fim do grupo, foi feita a parceria no álbum “Novo Aeon”, lançado em 1975. O show lembrou canções como “Gita”, “Metamorfose Ambulante”, “Ouro de Tolo” e “Rockixe”.

Fonte: G1 - Bahia