CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

domingo, 3 de maio de 2015

Santa Cruz vence Salgueiro por 1 a 0 e conquista Pernambucano 2015

Foto Oficial do Santa Cruz, Campeão 2015 (Foto: Diego Nigro/JC Imagem)


Técnico Ricardinho (Foto Expand)


A redenção de Betinho (Foto Expand)


Torcedora com a faixa de Campeão (Imagem de Alexandre Gondim, Diego Nigro e Guga Matos, da JC Imagem).


Lance campeão (Imagem de Alexandre Gondim, Diego Nigro e Guga Matos, da JC Imagem).


Lance campeão (Imagem de Alexandre Gondim, Diego Nigro e Guga Matos, da JC Imagem).

O Santa Cruz começa bem a temporada 2015. O Tricolor do Recife venceu o Salgueiro por 1 a 0, na tarde deste domingo (3), no Arruda, pela final do Campeonato Pernambucano. O gol da vitória foi marcado pelo atacante Anderson Aquino, em chute no canto esquerdo adversário, aos 24 minutos do segundo tempo.
No primeiro tempo, os dois times não ousaram. O placar levava a definição do título para os pênaltis. Ciente de que o resultado era perigoso, o Santa Cruz tomou mais iniciativa na segunda etapa. A consagração veio mesmo com o gol de Aquino.
46.370 torcedores acompanharam a festa do Santa Cruz no estádio José do Rego Maciel, a casa da Cobra Coral. Na primeira partida da decisão, no estádio Cornélio de Barros, as duas equipes empataram por 0 a 0. O Carcará ainda desperdiçou um pênalti. Este é o 28º Campeonato Pernambucano conquistado pelo Santa.
 

Ficha do jogo:


Santa Cruz, Campeão Pernambucano 2015

Fred; Nininho, Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Edson Sitta, Bruninho (Diego Sacoman), Emerson Santos (Renatinho) e João Paulo; Anderson Aquino (Bileu) e Betinho. Técnico: Ricardinho. 



Salgueiro, o vice-campeão

Luciano; Marcos Tamandaré, Ranieri, Rogério Paraíba e Marlon (Cássio); Pio, Moreilândia, Rodolfo Potiguar, Valdeir (Anderson Lessa) e Lúcio; Kanu. Técnico: Sérgio China.



Local: Arruda. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Albert Junior e Elan Vieira. Gols: Anderson Aquino, aos 24 do segundo tempo. Cartões amarelos: Nininho, Anderson Aquino, Ranieri, Pio e Moreilândia. Público: 46.370. Renda: R$ 1.106.405.