CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 3 de março de 2015

Tacaratu: 4ª CIPM prende elemento com mandado de prisão em aberto, e recupera motocicleta roubada.


 
Por Jair Ferraz


Policiais Militares da 4ª CIPM de Petrolândia, Operação Polígono, comandada pelo cabo Mauricio, e formada pelos patrulheiros cabo Geremias, e soldado Fábio, às 10 horas dessa segunda-feira dia 02 de Março, quando estavam “cobrindo” a feira-livre da cidade de Inajá, prenderam em via pública a pessoa de MARCELO FERREIRA GOMES TAVARES, conhecido pelo vulgo de “Marcelo Queixada”, que tem 21 anos de idade, e se esconde no Alto da Boa Vista, próximo ao Ginásio de Esportes, na cidade de Tacaratu, Pernambuco.

Ele é acusado de roubo e alcoolemia, pois na cidade de Tacaratu tomou a chave de uma motocicleta de uma mulher, e seguiu em direção a cidade de Inajá sem permissão dela.

Os policiais em diligências saíram em busca do elemento, e depois da chegada dos policiais populares informaram que um indivíduo estava pilotando uma motocicleta de forma perigosa pela feira-livre de Inajá, colocando em risco de morte por atropelamento a vida das pessoas, e que o mesmo apresentava sinais de embriagues.

O elemento foi tentar fazer uma manobra radical, caiu, e meteu a “cara” no chão, ficando todo quebrado, e foi socorrido por populares para o hospital local, onde além dos curativos e atendimento médico, recebeu também “voz de prisão”.

Segundo informações da Policia Civil, Marcelo é ex-presidiário, e encontra-se na condicional.

Após uma rápida consulta no sistema de informações da Policia Civil, foi constatada a existência de um “mandado de prisão” por furto qualificado, e tentativa de estupro, expedido pelo Exmo Dr. Juiz de Direito da Comarca de Petrolândia.

Os policiais militares conduziram todos à Delegacia de Policia Civil de Petrolândia, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência, e o caso foi entregue a autoridade policial civil, Delegado Dr. Roberto Campos, a fim de serem aplicadas as medidas legais necessárias.