CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Petrolândia: Codevasf investe em áreas de irrigação do Rio São Francisco


A Codevasf tem realizado uma série de investimentos na instalação de novos perímetros irrigados na bacia do rio São Francisco, assim como no desenvolvimento da estrutura de perímetros existentes.
O esforço voltado para a implantação de novos projetos está focado em estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental, levantamento de dados sobre características físicas e jurídicas das áreas e a formulação de anteprojetos de engenharia.
Em perímetros já produtivos ou em processo de implantação, os investimentos permitem a instalação de novos lotes agricultáveis, a atualização e a adequação de planos e estudos e a automação de sistemas de irrigação.

Veja o que tem sido feito pela Companhia:

Sistema Itaparica (PE)
Nos perímetros irrigados Brígida, Fulgêncio e Icó-Mandantes, situados respectivamente nos municípios de Orocó, Santa Maria da Boa Vista e Petrolândia, em Pernambuco, a Codevasf tem trabalhado para automatizar os sistemas de irrigação.
Os investimentos somam R$ 10,2 milhões e serão realizados em cooperação com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf). Os perímetros integram o Sistema Itaparica, do qual fazem parte outros sete projetos de irrigação mantidos pelas duas Companhias.
Chapada do Arapuá e outros (PE)
Em Pernambuco serão empreendidos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental para atividades de irrigação em área estimada em 18,5 mil hectares, pertencente aos futuros perímetros Chapada do Arapuá, Parnamirim e Urimamã, situados em Santa Maria de Boa Vista, Parnamirim e Ouricuri.
O contrato para a realização dos estudos é de R$ 6,46 milhões e inclui avaliações de impacto ambiental e consolidação do anteprojeto de engenharia. A produção dos perímetros será mantida com água do Projeto de Integração do rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (Pisf).

Pontal (PE)
O projeto de irrigação Pontal, instalado em Petrolina, tem recebido estruturas que garantirão suprimento de água para as atividades agrícolas. Um investimento de R$ 11,2 milhões está viabiliza a implantação de tubos de aço carbono que levarão água a 1,17 mil hectares.
A produção prevista é de frutas como manga, caju, uva, coco, goiaba, abacaxi e maracujá. O projeto de irrigação Pontal é abastecido pelo rio São Francisco e possui área total de 29 mil hectares, entre áreas irrigáveis, de sequeiro e de reserva legal.

Iuiú e Mocambo-Cuscuzeiro (BA)
Na região do Vale do Iuiú, na Bahia, estão em andamento estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental voltados para a implantação de agricultura irrigada em 30,3 mil hectares do perímetro Iuiu e para a consolidação de anteprojeto de engenharia de suas etapas II e III. O perímetro está localizado nos municípios de Malhada, Iuiu e Sebastião Laranjeiras. Os investimentos são de R$ 5,5 milhões.
Ainda na Bahia estão em curso os estudos de viabilidade e consolidação de anteprojeto de engenharia em área de aproximadamente 12 mil hectares das duas primeiras etapas do projeto de irrigação Mocambo-Cuscuzeiro, situado em Santa Maria da Vitória.
O contrato firmado pela Codevasf para a realização dos estudos são da ordem de R$ 4,46 milhões. A água que abastecerá o perímetro será captada nos rios do Meio e Correntina.

Pariconha (AL)
A Codevasf contratou serviços de levantamento cadastral de áreas do futuro perímetro de irrigação Pariconha – localizado nos municípios de Pariconha, Delmiro Gouveia e Água Branca, no extremo Oeste do estado de Alagoas. O levantamento alcança 6,5 mil hectares e corresponde a investimento de R$ 701 mil.
O objetivo do levantamento é coletar e consolidar informações físicas, agrícolas, jurídicas e socioeconômicas dos imóveis existentes na malha fundiária do perímetro.
As informações serão usadas para subsidiar as próximas etapas do desenvolvimento do projeto. Além disso está sendo realizada a consolidação do projeto básico e a elaboração do projeto executivo, no valor de R$ 2,37 milhões. A água que servirá à irrigação terá origem no canal do Sertão Alagoano.

Baixio de Irecê (BA)
Um investimento de R$ 757 mil no perímetro de irrigação Baixio de Irecê – que ocupa áreas de Itaguaçu da Bahia e Xique-Xique, na Bahia – permitirá a atualização e a adequação do projeto executivo da primeira etapa do empreendimento.
Além disso, R$ 2,4 milhões estão sendo aplicados na elaboração do projeto executivo de um módulo de sua estação de bombeamento principal. Nos últimos anos a Codevasf aportou recursos em estudos e na implantação de itens de infraestrutura como estações de bombeamento, rede de drenagem e rede de energia elétrica para viabilizar a agricultura irrigada no local.
Ao final da implantação das duas etapas do perímetro terão sido gerados ao menos 3,2 mil empregos diretos e indiretos; a área irrigável total será de cerca de 48 mil hectares.

Jacaré-Curituba (SE)
No perímetro Jacaré-Curituba, localizado entre os municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, está em andamento a instalação dos últimos 14 lotes do projeto; a Codevasf está investindo R$ 948 mil no serviço.
Esses lotes estão distribuídos em área de 100 hectares: 14 destinados à pecuária – área suficiente para o rebanho do perímetro e de áreas adjacentes – e 86 voltados à agricultura. Com área de 1.860 hectares irrigados, distribuídos em 133 lotes, o perímetro contém 135 estações de bombeamento, 51 km de malha viária e 6 km de canais de irrigação.
O projeto beneficia mais de 700 famílias assentadas pelo Incra, instituição responsável pela regularização fundiária e ambiental da área e pela assistência técnica aos produtores.

Fonte: Codevasf / Portal Brasil