CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Jatobá: Policiais da 4ª CIPM prendem homem por porte de droga, arma branca, e crime ambiental.



As imagens são ilustrativas, qualquer semelhança é pura coincidência.

Por Jair Ferraz:
 
Foi as 11h40mim que policiais militares da 4ª CIPM de Petrolândia, Equipe GE-400, prenderam a pessoa de Joscigleig Ferraz Lima, 36 anos, conhecido por “Né”, por porte de entorpecente, arma branca e crimes ambientais.

Os policiais militares da GE-400 estavam realizando rondas próximo ao ETA, já na considerada rural, quando avistaram dois elementos em uma motocicleta, e ao abordarem foi feita a revista pessoal, e o garupa da moto portava em sua cintura uma faca peixeira de 6 polegadas, e no bolso de sua calça foi encontrada uma trouxinha de maconha. O mesmo levava uma “pochet” e dentro dela foram encontrados “chumbos” para espingarda de pressão. Ele disse ser viciado em drogas e ter passagem pela justiça.

A moto e o condutor estavam com os documentos em dia.

Os policiais não colocaram algema no preso, visto que ele não demonstrava intenção de fuga e não apresentava ser agressivo, portanto, quando a equipe policial parou a viatura em uma oficina para pagar o serviço, o preso aproveitou a oportunidade e fugiu. Ele saiu correndo pela rua e entrou em um mercadinho, onde foi recapturado e detido.

Ao chegar na sua residência do acusado, os policiais encontraram a prática de crime ambiental contra a fauna brasileira, através de uma arma de pressão que estava sem nota fiscal, e viveiro de tela e madeira utilizado para aprisionar aves.

No geral foram apreendidos:
01 trouxa da droga conhecida por maconha.
01 espingarda de pressão calibre 4,5
01 porção de chumbo para espingarda de pressão
01 faca peixeira de 6 polegadas.
08 aves silvestres da fauna nacional.
01 gaiola do tipo viveiro, de tela e madeira.

Após a prisão e apreensões, os policiais se dirigiram à Delegacia de Polícia Civil de Jatobá, onde foi registrado o Boletim de Ocorrência, e depois o seguiram para a Delegacia de Polícia Civil de Plantão em Floresta, onde o imputado foi autuado em flagrante delito pelo porte ilegal de drogas, arma branca, e crime ambiental.