CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Floresta: Eleitor abre mão do sigilo para poder votar.

Um eleitor de Floresta, no Sertão do estado, abriu mão do direito ao voto secreto para poder votar no pleito do domingo (5), segundo informou na manhã desta segunda-feira (6) o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). O caso atípico foi autorizado pela juíza Maria Segunda Gomes de Lima, da 72ª Zona Eleitoral.
O eleitor, que não teve o nome divulgado, estava dentro do colégio eleitoral e havia recebido uma senha para votar, uma vez que já passava das 17h. Entretanto, próximo das 18h, ele descobriu que estava na seção eleitoral errada. A juíza foi chamada para resolver a questão. “A juíza eleitoral determinou que essa pessoa tinha o direito eleitoral dela. Mas ela alertou que o voto dele seria descoberto, já que só havia ele para votar e a urna eletrônica da seção correta já havia sido finalizada. A juíza então respeitou e concedeu. Ele já havia declinado do sigilo”, detalha o assessor da Corregedoria do TRE-PE, Orson Lemos. O eleitor votou em cédula de papel, sendo o único da sua seção.
Outra ocorrência atípica aconteceu também no Sertão do estado, com o atraso da transmissão dos votos de Carnuabeira da Pena. “Tivemos chuvas demais, [então] tivemos problemas para deslocar até Serra Talhada para computar as informações da urna”, explica Lemos.
No geral, a eleição foi considerada tranquila pelo TRE. Aproximadamente mil urnas tiveram ocorrências simples, como substituição de bateria e relógios atrasados, número dentro do previsto. “480 urnas tiveram que ser substituídas, mas não há nenhuma relação com as urnas serem biométricas ou não. Também dentro do número previsto. Nós tínhamos preparado 1.300 urnas para substituir, ou seja, tínhamos até excesso de urnas de contingência. Por isso, foi dentro da normalidade”, aponta o assessor da Corregedoria.

Fonte: G1