CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Cid Gomes: 'PSB virou à direita ao apoiar Aécio'


O governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), disse que o PSB deverá se redefinir com o final das eleições Segundo ele, que integrou os quadros da sigla socialista, o PSB deverá reavaliar qual caminho pretende seguir após inclinar-se para a direita ao apoiar Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais.
"Foi uma opção decorrente de uma pressão dos Estados e da falta de Eduardo Campos e nós respeitamos", observou. "Mas pensamos diferente. Até porque mudamos de rota desde que Fernando Henrique optou pelo caminho que o PSDB tomou. Tanto que saímos", completou, nesta quarta-feira (29), durante a inauguração de um shopping center em Fortaleza.
De acordo com Cid, seu irmão, o ex-ministro Ciro Gomes, foi o primeiro governador a apoiar o PSDB, quando este assumiu a Presidência da República, e também foi o primeiro a se retirar por não concordar com as ações do então presidente Fernando Henrique Cardoso. Logo em seguida, ele ingressou no PSB de onde saiu no ano passado por avaliar que o partido estava trilhando um caminho contrário aos seus ideais.
"O PSB fez uma opção pelo PSDB, o que quer dizer à direita. É melhor que o PMDB, mas nós achamos que um País como o Brasil não pode prescindir de um Estado forte e presente na construção do desenvolvimento. Não é isso que o PSDB pensa. Então se o PSB está junto com ele terá que optar por esse caminho também. Nós preferimos ficar no campo da esquerda com o PT", pontuou Cid Gomes ao Jornal do Commercio.

Fonte: Pernambuco 247