CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Policiais e bombeiros militares fazem ato pela volta da gratificação de risco


Policiais e bombeiros militares de Pernambuco, ativos, inativos e pensionistas realizam, na tarde desta quinta-feira, um ato público, na Praça do Derby, em frente ao Memorial da Medicina.
Com a manifestação, a categoria pretende cobrar uma posição do governo do estado sobre a suspensão das gratificações de Policiamento Ostensivo, conhecida como “Risco de Vida”.O ato é organizado pela União dos Militares do Brasil (U.M.B.).
Na semana passada, depois de terem suspensas gratificações por risco de vida, policiais militares inativos e pensionistas protestaram contra a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) de extinguir o benefício. O pagamento da gratificação havia sido conquistado pela categoria há um ano. O contingente de inativos, entre eles deficientes físicos, conseguiu receber o atrasado em janeiro deste ano. O estado possui cerca de 30 mil PMs inativos e pensionistas.
A categoria inclui aposentados, reformados e viúvas de militares. “A decisão da Justiça previa o pagamento em 30 de janeiro, mas o governo só começou a fazê-lo em abril. Alguns só receberam em maio”, explicou o vice-presidente da UBM, o sargento Edmilson Melo.
Na segunda-feira da semana passada, o TJPE revogou a decisão, sob alegação de que há ilegitimidade em relação à representatividade da UBM sobre os militares e que não há comprovação de que a gratificação de risco de vida foi fruto de uma assembleia da categoria.

Fonte: Diário de Pernambuco