CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Petrolândia: 4ª CIPM, “Equipe Malhas da Lei” prende acusado de homicídio em Sergipe, e apreende espingarda 12 e revólver 38





Policiais Militares da 4ª CIPM de Petrolândia, Equipe “Malhas da Lei”, após denúncia e levantamento, efetuaram a prisão da pessoa de “Alexandro Francisco de Melo”, 24 anos, acusado de homicídio e tentativa de homicídio no Povoado de Capim Grosso, zona rural do município de Canindé do São Francisco no estado de Sergipe, conforme Mandado de Prisão expedido pelo Juiz de Direito da Comarca de Canindé do São Francisco.
No momento em que os policiais abordaram e deram voz de prisão a “Alexandro Francisco”, ele estava portando um revólver calibre 38 com 7 munições intactas do mesmo calibre. Segundo ele, este revólver teria sido o mesmo que foi utilizado para cometer os crimes.
Segundo informações da polícia, o acusado mantinha o comércio ilegal de armas de fogo, e que tinha vendido uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 32 a duas pessoas diferentes, cuja identidade não foi revelada pela polícia para não atrapalhar o andamento dos trabalhos.
A Equipe “Malhas da Lei” da 4ª CIPM de Petrolândia, conseguiram encontrar e apreender a espingarda calibre 12, e foi constatado que a mesma tinha o cano “serrado”, apenas 30,5 cm de comprimento, e estava guardada na residência de uma segunda pessoa.
A terceira pessoa, de identidade não revelada, envolvida nesta ocorrência, disse aos policiais que vendeu o revólver calibre 32 a uma pessoa pelo valor de R$ 600,00 (seiscentos reais), e que esta pessoa já teria repassado a arma a um desconhecido pelo valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais).

Pense num “muído”! Só mesmo os eficientes, experientes e eficazes policiais militares da 4ª CIPM de Petrolândia para “desvendar” um caso tão complicado assim.

Após o trabalho policial realizado com êxito, o preso acusado e homicídio, as armas apreendidas e os envolvidos no caso, foram levados à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Petrolândia, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência, e as providências legais serão tomadas pela autoridade policial civil Delegado de Polícia Dr. Roberto Campos.

Por Jair Ferraz
Informações da 4ª CIPM