CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Casa de torcedora gremista suspeita de racismo foi incendiada e suspeito foi preso nesta tarde



Casa em que Patrícia Moreira morava, em Porto Alegre, pegou fogo na madrugada desta sexta-feira (12). A torcedora não mora mais no local desde o dia 28 de setembro, quando foi flagrada xingando o goleiro Aranha, do Santos, de “macaco”.
O fogo atingiu um piso de cimento, no terraço da casa, que estava vazia e foi de pequenas proporções. Os vizinhos perceberam as chamas e começaram a apagar antes que atingisse toda a residência. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado às 5h da manhã e chegou ao local dois minutos depois, de acordo com o Boletim da corporação.
Já na tarde desta sexta, a polícia prendeu o suspeito de ter provocado o incêndio, perto da 14ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso, na zona norte de Porto Alegre. De acordo com o delegado Thiago Baldin, o homem foi apontado por uma testemunha do incêndio e depois identificado pela polícia.
Não é a primeira vez que a casa de Patrícia sofre atos de vandalismo. A casa foi apedrejada no dia 30 de agosto e por isso, a gremista tem dormido na casa de parentes e amigos.

Fonte: Yahoo - Esportes