CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Armando diz: "Paulo Câmara só funciona em estúdio"


O candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro (PTB) endureceu, nesta sexta-feira (12), suas críticas ao seu principal adversário, o ex-secretário estadual da Fazenda Paulo Câmara (PSB), pelo não comparecimento do peessebista ao debate promovido pela Rádio Cultura, em Caruaru, Agreste do estado. De acordo com o senador, a ausência de Câmara no debate mostrou o seu "despreparo que ele tem para a vida pública".

"O candidato foge do debate. É um candidato que só funciona nos estúdios, quando é produzido e dirigido. Ele teme o confronto. Quem se submete ao julgamento popular tem que se submeter ao contraditório", atacou Armando, cuja chapa tem o deputados federais Paulo Rubem (PDT) como vice, e João Paulo (PT) candidato ao Senado.

O parlamentar criticou o Pacto pela Vida, que tem como objetivo reduzir o número de homicídios e é um dos principais programas da gestão do PSB. De 2007, quando o programa foi implantado, a 2013, diminuiu quase 40% a quantidade de assassinatos no estado.

Mas, para Armando, o programa precisa ser revisto. "A maioria das cidades não conta com delegados e precisamos ampliar o número de policiais para garantir uma melhor segurança ao cidadão. O Pacto precisa ser repactuado", afirmou.

Ao falar sobre a Saúde em Pernambuco, o candidato do PTB disse que o estado passa por uma situação "caótica". "Não tem como fazer de conta que está tudo bem, como alguns candidatos tentam mostrar na televisão. É um quadro de descalabro. As OS podem ocupar um bom espaço na gestão. Mas essas situações com as OS não podem ser de uma relação de apadrinhados. O que está errado é a maneira que o sistema não é monitorado", disse.

Intenções de voto

Pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Maurício de Nassau (IPMN) aponta empate técnico entre Câmara e Armando. O ex-secretário lidera a disputa pelo governo estadual, com 33% dos votos. O senador aparece com 31%. Zé Gomes, do Psol, figura na terceira posição, com 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

Na corrida presidencial em Pernambuco, Marina Silva (PSB) lidera, com 41% do eleitorado. Em segundo lugar está a presidente Dilma Rousseff (PT), com 37%, seguida pelo ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves (MG), com apenas 3%.

Fonte: 247