CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

CONTATOS PARA ANÚNCIO: thiagoferraz@outlook.com.br

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Petrolândia: Menor de 15 anos sofre acidente de trânsito e é encaminhado para Recife.

Paciente menor sendo colocado na ambulância para ser ecaminhado à capital.


Duas ambulância estacionadas na porta da emergência aguardando para levar pacientes do hospital para serviço médico em outra cidade.

Às 13h30mim dessa quinta-feira (28/08), Policiais Militares da 4ª CIPM de Petrolândia, foram acionados pela Central de Operações, a qual informou que tinha acontecido um acidente de trânsito na Av. José Gomes de Avelar, próximo ao prédio do “PETI”.
A equipe policial foi até ao local e constatou a realidade dos fatos, se tratava de uma colisão entre um ônibus de transporte escolar do Município e uma motocicleta de pequeno porte (50 cc). O ônibus estava sendo dirigido por um motorista residente na zona rural de Petrolândia, e a motocicleta estava sendo pilotada por um menor de 15 anos de idade.
O ônibus e a motocicleta colidiram de frente, e não houve condições de frearem e evitar a colisão.
O menor de idade ao cair da motocicleta, sofreu traumatismo craniano e foi socorrido para a emergência do Hospital Municipal Dr. Francisco Simões de Lima, nesta cidade de Petrolândia. Devido ao seu estado, cuja situação de saúde não nos foi revelada, não foi fornecido boletim médico, o mesmo foi encaminhado em caráter de urgência para hospital em outra cidade.
Os policiais registraram um Boletim de Ocorrência, o qual foi entregue à Delegacia de Policia Civil de Petrolândia para as devidas providências legais.

No momento em que estávamos colhendo fotos e informações para esta matéria, fato de conhecimento público, além da ambulância que levaria o menor acidentado para atendimento médico na cidade de Recife, já havia na portaria da emergência do hospital local, outra ambulância aguardando para levar uma jovem de 28 anos de idade, que segundo informações de seus familiares, teria ido ao hospital realizar um exame de ultrassonografia obstétrica, e no momento do exame entrou em trabalho de parto. Segundo informações dos familiares, a jovem estava no 7º mês de gestação, possivelmente uma gestação de risco. Foi necessário o encaminhamento da gestante, em caráter de urgência, para outro serviço médico em Recife, capital de Pernambuco, a 480 km de distância de Petrolândia (6 horas de viagem).

De dentro do serviço médico de urgência e emergência do hospital local, saiu uma funcionária, que para não constrangê-la não vamos revelar o seu nome e nem a sua especialidade profissional (que não diz respeito a área médica e de enfermagem de urgência e/ou emergência), a qual queria que não tirássemos fotos das ambulâncias saindo com pacientes encaminhados a outros serviços médicos em outras cidades, desta forma querendo nos tirar o direito constitucional de liberdade e expressão, conforme o Artigo 5º da Constituição Federal de 1988, seguintes itens:
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado (proibido) o anonimato;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
XIV - é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional;
XXVII - aos autores pertence o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras, transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar;

Por Jair Ferraz